meu lookbook: dezembro como ele deve ser


 

Verão 100%. Cem-por-cen-to!

É hora de botar bracinhos, perninhas, asinhas e tudo o mais que a gente tem direito de fora. #quedizê

Bom, você entendeu. Com bom senso, mas passar calor, nem morta de calor hehehe.

É hora de regata, de shapes soltinhos, de short puído, de tons neon, de flores no cabelo… Que gostoso, né?

E bora pro sol!!!! Mas sim, como sempre, caprichei nos acessórios, sempre minha parte preferida do look:

Bolsa neon com lenço amarrado na alça!!!

A bolsa e a maxit-shirt são da 284 / o lenço é da Lenny / o short é da Khelf / as tiara de flores você aprende a fazer clicando aqui / os anéis são todos da Espaço A / os escarpins são da Carmen Steffens / os óculos são Dolce & Gabbana

 
 
 
 

há mais de cem anos no poder


 

A gente fala direto do vestido preto. Fala dos escarpins. Fala das listras.

Mas alguém já reparou que tem um clássico da moda que nunca, NUNCA deixou de ser tendência desde o começo do século passado?

Quer investir em algo feminino, sensual, que chama a atenção e que nunca vai ficar datado? Taí.

*Pesquisa de imagens WGSN

 
 
 
 

trend-spotting tropical


 

Essa imagem, pra mim, define um editorial de moda – pelo menos o meu estilo de editorial de moda. Ela é esquisita. Ao mesmo tempo, você tem certeza que tudo o que vê é luxuoso.

Sabe que não dá para usar nada disso, pelo menos não do mesmo jeito que a modelo. Só que, mais importante que tudo, você tira montes de tendências para a vida real de uma ÚNICA FOTO.

É uma foto riquíssima de informações. Porque, afinal, um ensaio tem que ser sonho e viagem, mas também é fundamental que “ensine” algo.

Bom, eu reconheci montes de trends aqui. Vem ver:

1. COLAR STATEMENT

2. CONJUNTINHO

3. FLORAIS

4. UNHA AZUL

5. SOMBRA AZUL

6. TONS NEON

 
 
 
 

spfw inverno 2013: a moda masculina


 

Vamos ao que interessa para os homens: moda masculina!

Quatro marcas apresentaram coleções para homens nesta edição de inverno 2013 da SPFW. O que vimos foram looks  bem interessantes e, como não podia ser diferente, já fiquei de olho em alguns para meu closet .Rsss

Vem ver o que estas grifes fizeram para nós:

A atmosfera do desfile era a década de 30 e o típico malandro da época. Uma alfaiataria contemporânea marcou a coleção. Tinham paletós com cortes precisos e extremamente bem acabados. O estilista soube como ninguém fazer um belo mix de texturas e trouxe uma cartela de cores que era uma delícia de se ver. Caquis, vinhos e rosados se misturavam a tecidos como linho, veludo, couro e sarja. Nem adianta ficar de olho no terninho preto de poá mostarda, ele já é meu! rss

O batalhão da Ellus veio para colocar ordem em seu inverno 2013. A cartela era bem sóbria – preto, grafite e sutis pinceladas de cores (como azul e verde cítrico) reinaram na passarela. As roupas tinham forte tendência militar, forte até demais! Atenção especial ao sobretudo no melhor estilo Legião Francesa! Uma dica para quem gosta de seguir tendências: cuidado para não sair fantasiado de soldado, misture sempre as peças!

A marca veio trazer riqueza ao ambiente urbano. O jeans se misturou ao couro que, por sua vez, criou looks com tecidos de diferentes texturas e caimento. O arabesco impresso nas roupas e o jacquard, que é uma tendência fortíssima para esse inverno, apareceram de forma bem elegante. A cartela remeteu ao ambiente militar com tons de verde, preto, café e vinho. Mostrando que realmente o militarismo já virou um clássico. Gostei!

Com formas minimalistas e shapes alinhados, característica da moda esportiva, o desfile de Oskar Metsavaht soou como um prelúdio á natureza dando o pontapé inicial no SPFW. As roupas abusaram de tecidos como camurça, tricô e couro, mas o que me chamou atenção foram as calças de alfaiataria feitas de neoprene e jacquard em motivo navajo. Os tons predominates foram preto, branco, gelo e vermelho sangue, que caracterizaram em uma linguagem semiótica o sangue de animais primitivos e a era glacial da Patagônia. Amei!

Espero que gostem, e até semana que vem. 

Beijo,

Fabio.

 
 
 
 

tá quente / tá frio: legging, camurça, rímel…


 

 
 
 
 

pelo fake, diversão real


 

Hahhahahahaa pode ser mais divertido?

Os casacos de pelo (fake, fake!) de Meadham Kirchhoff estão bombando neste começo de inverno gringo e eu pi-rei nos motivos de cada um deles. Tigrinho, monstrinho e pavãozinho!

Mas, no corpo – de seres humanos, não de animais e de monstros imaginários – fica puro glamour. Olha:

Para contextualizar: Edward Meadham e Benjamin Kirchhoff formam uma das duplas de estilistas mais engraçadas, esquisitas e luxuosas do momento. Na minha opinião, claro. Seus desfiles são maluquérrimos, mas tudo o que eles fazem tem um pezinho naquela feminilidade extrema e sonhadora do cinema antigo, sabe? Muito cetim, muito rosinha, muito brilho, muito pelo… Tudo over, tudo glamour! Fashion fun no seu melhor!

 
 
 
 

trend-spotting vintage


 

Olha que loucura: essa foto é de meados dos anos 1930! E, nela, achei montes de trens mega atuais.

Olha só (e clica nos links para ver detalhes de cada tendência!):

1. CALÇA PIJAMA

2. ESTAMPAS MEGA

3. BOCA EM TONS DE AMEIXA

4. MAXI COLARES

5. BARRA ARRASTANDO NO CHÃO

6. CHAPÉUS DE ABA LARGA

7. SOBREPOSIÇÃO (muitas camadas!)

8. CABELO CURTO

9. GARGANTILHAS

 
 
 
 

meu lookbook: festa junina


 

Sábado fiz esse post sobre looks inspiradores para usar em uma festa junina, e contei que teria uma no dia seguinte. Então, prometi duas coisas:

1. Que iria me inspirar no look da Claudia Schiffer lá do post

2. Nos comentários, falei para a Debby leitora linda que iria postar a foto do meu look

Pois bem: cumpri ambas. O look taí!

E, como fui na festa com meu filhinho Teodoro, não consegui fotografar a produção sem ele: ele não deixa!!! Por isso, dessa vez meu look está featuring o lindo Teo – e o balão de caramujo que ele escolheu quando ganhou na pescaria hehehe.

Vem ver os detalhes:

A camiseta é da Huck / a calça é da Bo.Bo / a overboot é da Gloria Coelho / a bolsa é da Renner / o brinco e a pulseira são da Espaço A

E esse pequeno príncipe é meu. <3

 
 
 
 

estilista do momento: mary katrantzou


 

A grega Mary Katrantzou “existe” só desde 2008, mas já está abalando o mundo da moda. As estampas que enganam o olhar (inspiradas pelo trompe l’oeil) são sua marca registrada, assim como roupas impecavelmente estruturadas. Apaixonei desde que vi os looks acima, da coleção que Mary desfilou na semana de moda de Londres, em fevereiro deste ano (quando estive lá, lembra?).

Ah! E ela também fez uma coleção exclusiva para a Topshop… Será que vai vender na loja que acaba de inaugurar em São Paulo?

Tomara!!!!

 
 
 
 

meu lookbook: listra lateral


 

E essa meia-calça sensacional? Vamos combinar que ela faz o look! Não precisa de nada mais…

Mesmo assim, inseri alguns “detalhezinhos”, claro (hehehe). Vem ver:

Reparou que criei, aqui, uma versão mais light da trend que comentei outro dia, a coisa da camisa transpa com sutiã por baixo? Como não seguro usar a tendência em seu estado mais ousado, digamos assim, escolhi uma camisa com estampa, que “distrai” o olhar, e um sutiã cor da pele. Fica a dica para quem também não dá conta de tanta pele à mostra.

Te gusta?

 A camisa é Doc Dog / A saia é Reinaldo Lourenço / a meia-calça é Tri Fil por Gloria Coelho / o escarpim é Corello / o colar e o brinco (ambos de spikes, amo!) são da Topshop / o anel é da Baloné