Saiu uma matéria no Telegraph esses dias falando que galere está começando a enjoar de ver “selfies” nas redes sociais. Selfie, aquela tal palavrinha (que já foi adicionada aos dicionários, oficialmente), que define as fotos que a gente tira da gente mesmo com o celular, sabe?

selfies

No texto, o Telegraph fala que dá nojo ver fotos de pessoas posando para si próprias em momentos deliciosos, afinal, esse povo não se liga que “alguns de nós estão trabalhando?”.

Cara, na moral, como assim? Vamos começar a viver o cliché “miséria gosta de companhia”, é isso? Vamos ficar revoltados porque tem gente se divertindo no mundo? Sendo feliz? Galera prefere ver fotos de caras feias com a legenda “ai que bosta, estou trabalhando nesse dia de sol”? Cê jura?

Eu não tô a fim de ficar ouvindo reclamação alheia, muito obrigada. Todo mundo sabe que a vida é dura. Nenhuma vida está realmente refletida nas redes sociais. Enquanto tem gente que acha isso um absurdo, eu dou graças à Deus! Quem quer se envolver nos problemas/frustrações dos outros? Eu tenho as minhas, já tá bom!

Não vou mostrar minhas tristezas pro mundo. Vou mostrar minhas alegrias! Isso não é ser falso, é simplesmente não encher o saco de quem me segue.

Imagina como ia ser chato se todo mundo trocasse suas selfies por fotos “honestas”? Imagina um instagram cheio de caras de choro, desabafos após brigas com o namorado, cubículos fechados, conta de luz… Eu hein! Me inclua fora dessa!

Selfie vem da palavra self, que significa “você mesmo” em inglês. Selfish também vem de self, e selfish significa egoísta. Sabe o que é egoísta pra mim? Achar ruim que tem alguém se divertindo enquanto, por acaso, VOCÊ não está.

Por um mundo que valoriza a alegria alheia!!!!!!!!!

E sabe buscar/aproveitar a sua também!!!!!!