delicias

Ultimamente vocês têm dito bastante que estou bem magrinha. Sim, é verdade. E sim, estou amando cada vez que vocês me lembram disso.

Mas, infelizmente, não tenho um segredo mágico para revelar e, de repente, deixar todo mundo magra junto comigo (eu adoraria ter e, se tivesse, a primeira coisa que faria era contar para vocês!). O resultado disso vem simplesmente de uma reeducação alimentar bem feita, um pouco de exercício (meia hora de corrida por dia) e….

Mas não é só, só. Acredito que se a cabeça da gente não estiver preparada para o esforço, não rola mesmo. Digo por experiência própria. Tenho fases em que estou naturalmente light, com o pensamento longe da comida, sem grandes desejos alimentares. Em outras, só penso em chocolate e batata frita (minhas duas grandes paixões, minhas duas grandes culpas).

Hoje estou assim. Querendo encher a cara de porcaria, desesperada por uma bobagem. E nem é fim de semana nem nada, para eu ter uma desculpa e comer pra sempre.

E nessa hora, FAZ O QUE??????????

Não amor, isso não é uma pergunta retórica. É uma pergunta MESMO. Uma pergunta que faço para VOCÊ. Corro para o McDonald’s ou vou lá na geladeira pegar umas cenourinhas baby para enganar?

O anjinho diz: “Segura a onda, daqui a pouco o desejo passa, prometo”. O diabinho diz: “afff, minha filha, vai ser feliz, come esse hamburger, até parece que você vai engordar 20 quilos por causa disso”.

OS DOIS ESTÃO CERTOS. Esse é que o problema.

magros

Vou deixar aqui esse pensamento para vocês completarem, para vocês opinarem, para vocês me ajudarem.

Mas também deixo a minha frase preferida, que tem tudo a ver com isso (e tudo a ver com tudo na vida):

frase sobre forca de vontade

“Não troque o que você mais quer por algo que você quer agora.”