ankle boots tachas louboutin

Sapato faz tanta diferença nas proporções do corpo quanto qualquer roupa. Pode engordar, emagrecer, achatar, deixar mais longilínea… E as ankle boots, então, são as mais difíceis de usar dependendo do tipo de corpo, por mais que não pareça.

O que acontece é que, se você não tomar cuidado, elas podem estragar ou definir sua produção. Vem ver o melhor jeito de usar esse acessório que já virou um clássico fashion de acordo com seu biotipo:

como usar ankle boots corpo espaguete

Se você é bem magrinha e, principalmente, alta, pode abusar de composições mais ousadas. Dá para fazer mix de boots pretinhas com meia branca, dá para usar calça clara com ankle boots escuras, dá para usar calça cropped estampada… E até pode usar com vestido esvoaçante. Aliás, um charme! Agora, atenção: se você não tiver pernas finas e for magrinha, jamais faça esse tipo de composição. Esse é pras espaguete MESMO!

como usar ankle boots corpo maca

Galera que tem perna comprida e fina, pouca cintura e que engorda sempre na barriguinha está dentro do tipo maçã. No seu caso, o bacana é deixar que as pernas sejam o centro das atenções – usando a ankle com short, vestido curto ou legging, principalmente. Afinal, as pernocas costumam ser a parte mais bonita do seu corpo!

como usar ankle boots corpo violao

Oi, curvilíneas!!!! Pra não dizer “oi, gostosinhas”, porque é isso que vocês são! As calças justas, as saias até os joelhos e as roupas com cintura marcada são as melhores amigas das suas ankle boots. Dica: escolha partes de baixo escuras, ok? Do contrário, você vai aumentar o bumbum e os quadris! Fora isso, arrase!!!

como usar ankle boots gordinha

Quem está com uns quilinhos a mais deve evitar cortar a silhueta. Para isso, escolha calças no mesmo tom das botas – de preferência, escuras. Mas também dá para usar vestido, desde que use meia-calça preta junto. Ela vai impedir que você pareça achatada e mais gordinha do que realmente é.

ankle boots todo mundo pode usar

Todo mundo pode usar ankle boots em looks que tenham peças de corte reto e sejam monocromáticos – ou quase monocromáticos, pelo menos. Tons sóbrios já são o suficiente.