Hoje eu tinha um monte de coisa para fazer na rua. Passei o dia por aí. Foi reunião, foi acertos com parceiros, foi almocinho…

Enfim, quando acordei e fui me vestir, me deu aquela pre-gui-ça de pensar que você não imagina. Sabe quando você não tá naquele clima de inventar, de criar, e muito menos de subir no salto?

E o louco é que, muitas vezes, meus looks preferidos são justamente esses que monto sem vontade de montar. Porque são nessas horas que a gente mantém a simplicidade.

Foi o que aconteceu.

Na real, escolhi peças que já andam sozinhas. A clássica t-shirt listrada, essa calça que eu mesma detonei e que virou uma das roupas mais confortáveis que tenho, os slippers que comprei na última viagem para Londres (e que são confortáveis como um chinelo). E, claro, essa bolsa que vocês já conhecem.

Se você reparar bem, nem make tem aí quase…

Também desencanei de pensar em acessórios, usei o que sempre ando usando direto: meu monograma e montes de pulseirinhas.

A t-shirt é da Gloria Coelho / os slippers são da Topshop Londres / a pulseira de prego é da Espaço A / o anel de nozinho é do Antonio Bernardo / os óculos são da Burberry / as pulseirinhas são um mix entre Morana, CafofoChic e Mono & Me

Você curte?